Acompanhantes | Contos Eróticos | Abusado
Acompanhantes | ASSINE JÁ | Fale Conosco | Foto do Dia | Galeria de Fotos | Novidades | Página Inicial | Vídeos
Categorias: Total de 7.667 contos
BizarroFetichesGaysGrupalHéteroLésbicasSadoMasoquismoBusca

Efiei no cu da loura Por: Jotajota.
Avaliação geral:
Minha avaliação:Assine
Visitas:67.290

Sou negro ,42 anos,profissional liberal e como a profissão exige estava no cabelereiro, dando um trato , pois sei a importância de um homem bem cuidado.Esqueci de dizer que estava em outro estado, pois viajo a trabalho , e não tinha ninguém conhecido lá. Então entrei em um salão pra cortar meu cabelo, só tinham 2 mulheres, a quem me atendeu foi uma loira gostosinha, mas bem feinha. Logo chamou outra, bem mais alta e gostosona.Disse pra mim mesmo"é com essa que eu vou". Tinha uma espera de 1 hora mais ou menos, e notei que o salão oferecia massagem relaxante. Resolvi fazer uma seção. A massagista me deu uma toalha e me mandou ficar sem roupa.Enquanto era massageado fiquei logo pensando na gata loira e o pau endureceu tanto que doia. Depois de uns minutos a porta se abriu,e pra minha surpresa era a loira.A mulher era muito gostosa mesmo! Ela pediu pra massagista se retirar e ficou olhando minha jeba que estava dura e lustrosa e me perguntou se estava tudo bem. "Com você aqui agora esta melhor. O ruim é que não sei como resolver isso" - falei, apontando meu pau duro. Ela abaixou-se, deu um apertão na minha pica. Foi até a porta e trancou. Ficou de frente pra mim, tirou toda a roupa, toda raspadinha, com uma bucetinha loirinha ,só um bigodinho, toda gorduchinha. Já foi agarrando minha pica de novo e punhetando. Caiu de boca e mamou gostoso . Eu, sentado na beira da maca quase tive um troço "De pé! Me come de pé que eu fico louca!" - disse ela, empinando a bunda perto da parede. "Vai, mete logo que tenho que trabalhar."E me passou uma camisinha. Encapuzei o pau e meti fundo naquela buceta molhada. Que buceta boa de socar rola tinha ela! Suando, metia e batia as bolas na sua bunda. Ela dizia"Mete, mete, mete nessa buceta mete fundo, soca no meu útero!Depois vou querer no cú" Tava demais. Dava uns tapas na bunda, puxava o cabelo, beijava a boca dela, tocava uma siririca pra ela gozar gostoso, acabei dando uma gozada fenomenal na buceta dela e ela melou minha mão toda de porra. Ela me puxou pra um banheiro e me deu uma ducha fria. Quase morri, ainda a vadia chupou minha pica.De pau duro novamente peguei uma camisinha e falei"agora quero teu cuzinho".Ela virando a bunda falou"É todo seu meu macho".Enfiei sem dó sentido as pregas se abrirem .Que cú macio e quente a garota tinha.enfiei tudo e a safada pedindo pra enfiar até o talo.Comecei a socar.Ia até o fundo e voltava,deixando só a cabecinha na porta do cú da da loirinha ,que piscava."Vai me arrebenta as pregas.Tira sangue e merda do cú da tua puta" .Gemia a safada."Que dor gostosa!" E eu anfiando fundo e com força."Ta tão gostoso que tá me dando vontade de cagar!"Enfiei fundo e soquei,senti um calor diferente no fundo daquele cú, saquei o pau e a camisinha tava coberta por uma pasta de merda e sangue.Estourei o rabo da safada e ela cagou mesmo no meu pau!Pensei.Então arranquei a camisinha e enfiei o pau na boca da perva. Ela chupou e me fez gozar na boca dela,engolindo tudo! Depois de saciada se arrumou, colocou o avental do salão e desceu sem falar nada . Eu, depois de tudo, me arrumei, desci, cortei meu cabelo com a feinha que fazia cara de saber o que tinha ocorrido, e na saída, ainda ganhei um beijo da loirinha. Voltei alguns meses depois a essa cidade , mas o salão tinha fechado e nao localizei mais a loirinha. Escrevam pra mim e comentem esse conto.Mais virão. E-mail= jotajota_ll@hotmail.com Sou negro ,42 anos,profissional liberal e como a profissão exige estava no cabelereiro, dando um trato , pois sei a importância de um homem bem cuidado.Esqueci de dizer que estava em outro estado, poi...



Quer ler todo esse conto? Assine já!


Voltar
©Copyright 2000-2018 - Todos os diretos reservados
http://www.abusado.com.br
A revista mais ABUSADA da internet.

ATENÇÃO: A Revista Abusado não se responsabiliza pela veracidade e pelo conteúdo dos contos uma vez que todos foram enviados por seus visitantes.

Caso o conteúdo seja impróprio ou ofensivo, clique aqui e denuncie.