Acompanhantes | Contos Eróticos | Abusado
Acompanhantes | ASSINE JÁ | Fale Conosco | Foto do Dia | Galeria de Fotos | Novidades | Página Inicial | Vídeos
Categorias: Total de 7.954 contos
BizarroFetichesGaysGrupalHéteroLésbicasSadoMasoquismoBusca

rala e rola no sitio Por: foca.
Avaliação geral:
Minha avaliação:Assine
Visitas:152.189

Este e um caso veridico que aconteceu comigo e um primo e ainda acontece sempre que nos encontramos. Eu tinha 21 anos quando resolvi sair de casa e ir morar com meu primo, um ano mais novo. Ele tinha perdido o pai ha pouco tempo, entao fui pra la pra dar uma forca. A casa era uma festa, pois era eu e ele quem faziamos as regras, enquanto minha tia concordava com tudo, eu sempre fui gay, mas nunca assumi e nem mesmo este meu primo desconfiava de nada. A casa vivia sempre cheia de mulherada. Ele sempre muito safado, comia todas e eu tinha que entrar no jogo. O tempo foi passando e eu cada vez adorava mais morar com ele, pois tinha a oportunidade de ve-lo pelado ou de cueca e ate mesmo metendo o tempo todo. O tesao crescia cada vez, mas eu tinha medo de tentar alguma coisa. Certa noite saimos, fomos num bar do sogro dele, (na epoca ele estava namorando) e bebemos muito. Eu tive que levar ele meio carregado. Entao logico que me aproveitei um pouco. Chegando em casa tirei toda a roupa dele, deixei ele so de cueca e apaguei a luz. Fui me deitar, mas nao aguentei e voltei e comecei a passar a mao no pau dele por sobre a cueca.Senti ele endurecendo, entao nao pensei duas vezes e cai de boca. Comecei a xupar gostoso, ele tem um pau medio, mas pra grande e tava uma delicia, mas de repente ele se virou de bruco e nao deixou que eu xupasse mais. Fiquei com medo que no outro dia ele falasse alguma coisa, mas nunca tocou no assunto e eu nunca mais tentei nada. Certo dia, ele ja noivo, resolvemos ir para o sitio de uma amiga, minha namorada nao pode ir, nao sei pq, entao fomos so os 3, eu, ele e a noiva dele. Chegando la, na hora de dormir, a mae dessa amiga nossa, uma senhora com aqueles pensamentos antigos nao permitiu que ele dormisse com a noiva, entao colocou um colchao de casal para mim dormir com ele num outro quarto. Nem pensei em nada pra falar a verdade, mas a noite nao resisti e fingindo dormir, joguei a mao na rola dele, que ja senti crescendo na minha mao. Enfiei a mao por baixo do calcao e ja senti aquela rola dura na minha mao, comcecei a punhetar, quando logo ele se virou de frente e sem dizer nada comecei a mamar aquela pica gostosa e chupei por muito tempo, ate que essa senhora entrou no quarto para pegar algo. Fingi estar dormindo, mas meu primo levantou e disse a ela que ia tomar agua. Logo voltou eu deitado de lado, ele ja meteu a mao na minha bunda e comecou a baixar minha bermuda, logo senti aquela cabeca forcando a entrada do meu cuzinho. Eu nem acreditava, que estava acontecento. Ele meteu a noite toda no meu rabinho, socando gostoso, me fazendo gemer de tesao, lambendo meu pescoco e enfiando a lingua na minha orelha. Foi uma delicia, mas nem uma palavra foi dita, gozamos muito e no dia seguinte foi como se nada tivesse acontecido. A partir deste dia, so faltava um mes para ele se casar e mudar de casa, entao nas noites em que estava em casa, (pq as vezes dormia na noiva) sempre me fodia gostoso, sempre nos dois calados, apenas desfrutando daquele prazer. Logo casou e nunca mais tivemos oportunidade durante uns 2 anos, ate que um dia meu carro estragou e ele foi me buscar pra me levar em casa e pela primeira vez falamos sobre o assunto, ele perguntou se eu tinha camisinha e disse que queria aproveitar a oportunidade. Fizemos de nvo e foi maravilhoso. Depois disso vim embora para os Estados Unidos e moro aqui ha 7 anos, vou ao Brasil todos os anos no mes de dezembro, para as festas. Sempre damos um jeitinho de escapar e gozamos muito pelo menos 2 vezes antes de eu voltar embora. Sempre fico la um mes. Fico contando os dias durante o ano pra chegar essa epoca em que nos encontramos e nos amamos com voracidade.Desculpe se o conto ficou um pouco fora de detalhes,as queria contar a essencia do fato. Na proxima eu conto o que aconteceu neste ultimo mes em que estive la, com os minimos detalhes.Este e um caso veridico que aconteceu comigo e um primo e ainda acontece sempre que nos encontramos. Eu tinha 21 anos quando resolvi sair de casa e ir morar com meu primo, um ano mais novo. Ele tinha ...



Quer ler todo esse conto? Assine já!


Voltar
©Copyright 2000-2019 - Todos os diretos reservados
http://www.abusado.com.br
A revista mais ABUSADA da internet.

ATENÇÃO: A Revista Abusado não se responsabiliza pela veracidade e pelo conteúdo dos contos uma vez que todos foram enviados por seus visitantes.

Caso o conteúdo seja impróprio ou ofensivo, clique aqui e denuncie.