Acompanhantes | Contos Eróticos | Abusado
Acompanhantes | ASSINE JÁ | Fale Conosco | Foto do Dia | Galeria de Fotos | Novidades | Página Inicial | Vídeos
Categorias: Total de 6.764 contos
BizarroFetichesGaysGrupalHéteroLésbicasSadoMasoquismoBusca

Temporal Por: Ilsabelle.
Avaliação geral:
Minha avaliação:Assine
Visitas:44.653

Estava voltando do trabalho, quando começou a chover, a principio uma chuva calma, resolvi continuar a pé, já que trabalho proximo da minha casa, mas não demorou muito e começou a cair o mundo, e como estava com uma camisa branca, (é uniforme da empresa), parei para pegar meu guarda-chuva na bolsa, mas não achei, então resolvi continuar andando, e a camisa que antes era branca, ficou transparente, deixando meus seios a mostra. Não demorou muito um carro parou ao meu lado- Oi Isa, entra aqui, eu te deixo em casa.Assustei de inicio, pois não havia reconhecido a pessoa. Olhei com atenção e percebi que se tratava de um ex colega de colégio. O nome dele é Alex, um moreno, alto, com um lindo sorriso. Como estava ensopada resolvi recusar a carona, mostrando a ele a camisa toda molhada. Claro que ele já havia percebido, pois estava praticamente nua com ela, e claro que ele insistiu.Acabei aceitando, até por que, eu tive uma queda por ele no colégio, queria saber as novidades e aproveitar um pouco da boa companhia dele.Sentei ao seu lado , coloquei o cinto, estava sem graça pois estava molhando todo o carro, até que percebi que o olhar dele e a atenção não era para o carro dele, e sim para a camisa molhada. Eu como não sou boba, relaxei no banco, deixando ele olhar a vontade, afinal, já era hora de recuperar o tempo perdido, hoje mais madura não deixaria passar nenhuma oportunidade como essa.Puxei varios tipos de assunto, mas ele desconcentrado, ou melhor, concentrado até demais em minha camiseta, não dava muito papo, resolvi esquentar o clima fazer uma pergunta- Alex, ainda esta namorando aquela garota?- Que garota?- Aquela que estudava na classe ao lado da nossa.- Não, não, eu terminei, ela não fazia meu tipo.- Engraçado, não era isso que parecia, vocês ficavam tão juntinhos no intervalo, dava até uma inveja de vocês dois.- Ah é? Inveja do que?- Da forma que você beijava ela, acariciava, sabe... essas coisas de casal apaixonado.Ele logo entendeu minhas intenções e sem enrolação me convidou para conhecer a casa dele. Eu aceitei tambem sem enrolar.Chegando lá, ele pegou uma toalha, e disse que se eu quisesse tomar um banho la para tirar a friagem eu poderia, depois ele me emprestaria alguma roupa.Como estava com muito frio, aceitei, fui ate o banheiro, tirei minha roupa, liguei o chuveiro e lá fiquei alguns minutos. Deixei a porta destrancada apenas para ver se ele seria ousado de abrir para espiar ou se ficaria na dele. Após 20 minutos debaixo da agua quente desisti de esperar alguma reação da parte dele e saí, como ele ainda não tinha separado roupa nenhuma, saí enrolada na toalha. Fui até a sala onde ele estava e perguntei pela roupa que ele iria me emprestar, ele com um sorriso malicioso disse estar em cima da cama dele, perguntei onde ficava o quarto dele, e ele simplesmente apontou, na hora fiquei com raiva, pois ele nem pra ser mais atencioso me acompanhando ate seu quarto, pensei "vou me vestir e cair fora daqui", para minha surpresa não havia roupa nenhuma em cima da cama, quando me virei para ir até ele perguntar da roupa, me deparo com o proprio sorrindo, e sem esperar qualquer reação minha, me agarra e me beija, eu não pensei 2 vezes retribui num longo e intenso beijo.Suas mãos começaram a passear pelo meu corpo, e quando eu percebi a toalha já havia caído e estava nua, totalmente entregue aos braços dele.Ele me deitou na cama, e por cima de mim começou a beijar minha boca, meu pescoço, suas mãos percorrendo meu corpo com destreza, cada toque seu era um suspiro meu, seu labios agora em meus seios, ora chupando, ora lambendo, eu estava entregue e cheia de desejo.Em extase so com seu toque, esqueci do mundo e entrei de corpo e alma, ele com seus labios foi descendo ate encontrar minha bucetinha, toda molhadinha de tesão, ele me chupava com tanta sede que não demorou muito e eu gozei. Apesar de estar um pouco exausta pois havia acabado de gozar intensamente, quis retribuir, então abri sua calça, coloquei o pau dele pra fora, e que visão, um pau majestoso, já estava pulsando em minha mão, não aguentei e cai de boca nele, passando minha lingua na cabecinha e descendo pela base, subia delicadamente com a lingua, e em seguida abocanhava aquele pau gostoso, enfiando ele na minha boca quase que por completo.Sempre gostei de chupar um pau, e chupar aquele pau estava sendo uma maravilha. Eu fingia que ia parar de chupar, então as mãos dele seguravam minha cabeça e faziam com que eu engolisse seu pau novamente. Estava eu excitada novamente so de chupá-lo, enfiava e tirava seu pau da minha boca, lambia ele todo, minha lingua brincava com ele dentro na minha boca, e ele gemia, então começou a falar umas sacanagens, que eu adoro, e eu fazendo como ele pedia "Assim, chupa ele, bem gostoso, mmm...", "engole ele bem devagar, isso...", "passa a lingua na cabecinha... agora chupa, chupa mais forte..." e eu ficando mais doida ainda de ouvir ele...Então ele se levantou e pediu para ficar na beira da cama e abrir as pernas. Ele pegou o pau dele e enfiou na minha bucetinha de uma vez só, e começou a meter bem fundo, nossa, como ele meteu gostoso, ele enfiava e tirava, dava uns intervalos fora da minha bucetinha, e depois metia denovo, eu gemia de tanto tesão, pedia para ele enfiar mais, pra não parar, queria ele todo dentro de mim. então ele pediu pra eu continuar na beirada da cama, mas ficar de ladinho, assim ficou disponivel pra ele minha bucetinha e meu cuzinho, ele alternava, metia na minha buceta e depois metia no meu cuzinho, eu prestes a gozar pela segunda vez, e ele bombando aquele pau maravilhoso em mim."Muito gostoso meter em vc, quero meter sempre agora..." ele disse, e eu sem forças nem pra responder, so ouvia ele... "delicia, fica de 4, fica, eu vou meter bem fundo agora, quero fazer vc desmaiar de prazer", fiquei de 4 e ele já foi enfiando no meu cuzinho, eu tentava fugir pois as vezes ia muito fundo mesmo, entao ele me puxava pela cintura e fazia eu rebolar no pau dele, ao mesmo tempo em que ele metia eu me acariciava meu grelinho, então eu gozei novamente, e ele ainda com folego metendo no meu cuzinho, até que ele tirou e fez eu ficar de frente pra ele, então ele gozou nos meus seios, deixando eles todo lambuzados.Ja estava tarde, fui tomar um banho novamente e vesti uma roupa que ele me emprestou, mas tive que deixar minha calcinha lá, ele disse que eu teria que ir buscar ela outro dia. E então ele me levou para casa.Estava voltando do trabalho, quando começou a chover, a principio uma chuva calma, resolvi continuar a pé, já que trabalho proximo da minha casa, mas não demorou muito e começou a cair o mundo, e como...



Quer ler todo esse conto? Assine já!


Voltar
©Copyright 2000-2014 - Todos os diretos reservados
http://www.abusado.com.br
A revista mais ABUSADA da internet.

ATENÇÃO: A Revista Abusado não se responsabiliza pela veracidade e pelo conteúdo dos contos uma vez que todos foram enviados por seus visitantes.

Caso o conteúdo seja impróprio ou ofensivo, clique aqui e denuncie.