Acompanhantes | Contos Eróticos | Abusado
Acompanhantes | ASSINE JÁ | Fale Conosco | Foto do Dia | Galeria de Fotos | Novidades | Página Inicial | Vídeos
Categorias: Total de 7.641 contos
BizarroFetichesGaysGrupalHéteroLésbicasSadoMasoquismoBusca

trepando com minha prima Por: toddy.
Avaliação geral:
Minha avaliação:Assine
Visitas:2.075

Bem isto aconteceu comigo a pouco tempo, eu estava visitando minha tinha em Belo Horizonte pq fazia um tempo que eu não a via. quando cheguei na casa dela cumprimentei o pessoal falei com todos e ficamos botando os asssuntos em dia. estava um dia gostoso com um bonito sol. eu estava doido para tomar uma cerveja, dai chamei meu primo e fomos para um barzinho proximo a casa dele. ficamos por ali bebendo e jogando conversa fora, quando ele me falou que nossa prima de Brasilia tb estava passando uns dias por lá. Fizemos uns comentarios sobre ela, pois ela realmente é muito gostosa e bonita.ela tem 1,70m é clarinha tem os cabelos castanhos claros e lisos e tem um sorriso cativante,,,bonito mesmo. voltamos para casa dele e almoçamos e demos uma descansada. Quando levantei a tarde, minha prima "Silvia" vou chama-la assim, estava na sala ouvindo musica.fui chegando cumprimentei ela e ficamos relembrando algumas coisas,pois havia um tempo que eu não a via. uma das coisas que ficamos relembrando foi que quando éramos mais novos um pouco, gostavamos muito de nos encontrar. e sempre que isto acontecia sai faísca,pq tinhamos uma atração um pelo outro que não era normal. mas até eu achava que era coisa de primo que se dava bem. mas era engano meu, ela começou a comentar que eu estava um pouco mais bonito,porque faço corridas de rua.e por isso estou um pouco mais definido. eu tb sou claro tenho 1,72m cabelos e olhos castanhos . Bem, começamos a trocar uns olhares e me aproximei mais um pouco dela e ficamos escolhendo uns cds para ouvirmos.percebi que ela exalava um cheiro de tesão pois eu tb estava tarado nela, comecei a passar a mão nas pernas dela e nos cabelos e ela foi sedendo. ela falava para mim que tinha muito tempo que isto já deveria ter acontecido,mas nunca tinhamos uma chance. Ali estava a nossa chance,ela estava com uma saia curta um top branco,fui subindo minha mão em suas coxas bem devagar,pois queria que aquele momento demorasse bastante. quando toquei aquela buceta, ela estava toda molhadinha,,,uma calcinha cor de salmão toda molhada. levantamos fomos para o quarto , puxei o top dela , e os peitinhos estavam durissimos,um peitinho rosado, eu nunca tinha visto um daquele jeito.fui chupando e com os dedos brincando com sua bucetinha.tirei sua calcinha ecomecei a colocar meu pau naquela xoxotinha quente, que naquele momento já estava pulsando . ela ficou de ladinho, de uma maneira que eu vinha aquela bucetinha de um angulo incrivel, parecia um hamurguer, só a linguinha de fora.uma coisa de louco. não demorou muito ela estava gozando e começou a falar que nossa tia estava para chegar, comecei a dar umas loucas estocadas ate me explodir em uma gozada louca.no dia seguinte aconteceu novamente e fomos pegos pelo meu primo...mas esta eu conto em outra oportunidade... Foram duas trepadas das que mais gostei até hoje. e tenho a maior vontade de dar outra com ela. mas hoje ela está casada e o marido dela não vai muito com minha cara. eu nao sei se ela comentou com ele, pois quando a vejo ele vem logo para perto... Espero que gostem e quem quiser se comunicar comigo e só fazer um comentário e deixar seu endereço que responderei valeu... Bem isto aconteceu comigo a pouco tempo, eu estava visitando minha tinha em Belo Horizonte pq fazia um tempo que eu não a via. quando cheguei na casa dela cumprimentei o pessoal falei com todos e fic...



Quer ler todo esse conto? Assine já!


Voltar
©Copyright 2000-2018 - Todos os diretos reservados
http://www.abusado.com.br
A revista mais ABUSADA da internet.

ATENÇÃO: A Revista Abusado não se responsabiliza pela veracidade e pelo conteúdo dos contos uma vez que todos foram enviados por seus visitantes.

Caso o conteúdo seja impróprio ou ofensivo, clique aqui e denuncie.